Tag Archives: faça você mesmo

Luminária de embalagens recicladas, criada pelo artista plástico paulistano Douglas Okura

24 ago

500.000_4

Embalagens de papelão, alumínio e plástico. Embalagens de alimentos, produtos de limpeza, cosméticos, etc.

Somente os moradores da cidade de São Paulo produzem aproximadamente 15 mil toneladas de lixo doméstico, todos os dias.

Uma boa maneira de reduzir tal volume é a reciclagem dos materiais.

Em Barcelona, a organização Ecoembalajes España S.A. (ECOEMBES), congrega milhares de empresa no esforço de propagar e incentivar práticas que reduzam o impacto dos resíduos gerados pelas embalagens de seus produtos no meio ambiente.

Já o artista plástico paulistano Douglas Okura encontrou outra maneira de reaproveitar as embalagens: transformou-as em uma luminária, combinando cores e formas, em um padrão interessante e divertido:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

Descubra se uma página na internet está fora do ar, ou se o problema é relacionado à sua conexão. Conheça o “down for everyone or just me?”.

16 jul

Uma situação relativamente comum, para usuários de internet, é : ao navegar por um endereço conhecido (como o Google, por exemplo), no momento de acessar a página, é exibida uma mensagem de erro, constatando que não foi possível a conexão com o servidor daquele website.

O raciocínio habitual seria imaginar que, se você consegue navegar por outras páginas normalmente, o problema seria necessariamente relacionado com aquele site específico.

Mas isso nem sempre é verdade.

Questões como falhas de DNS (aliás, recentemente comuns no Brasil), ou mesmo filtros de controle de acesso, entre outras tantas,  podem causar o mesmo resultado.

Como então, saber definitivamente, se o problema é relacionado ao site ou à sua conexão? Continuar lendo

Luminária de copos descartáveis, criada pelo artista plástico paulistano Douglas Okura (faça você mesmo).

4 jul

Luminária de design excepcional, feita com copos descartáveis e prendedores de papel, e criada pelo artista plástico de São Paulo, Douglas Okura.

A peça pode ser montada facilmente, por qualquer pessoa, e não requer habilidades específicas na sua confecção.

Além disso, apresenta um efeito estético bastante curioso, tanto ligada, quanto com a luz apagada.

O guia passo a passo, ilustrado com dezenas de fotos e instruções detalhadasde como criar a luminária de copos descartáveis, já está sendo preparado e será publicado também, muito em breve.

Por enquanto, se tiver curiosidade sobre a elaboração da luminária, assista ao vídeo,  publicado no canal do Dicas Interessantes no youtube – filmado diretamente no ateliê do artista, com imagens da preparação, montagem e finalização da obra:

Continuar lendo

Prefeitura de São Paulo cria portal de Adoção de Cães e Gatos .

3 jul

A Prefeitura de São Paulo, em uma louvável iniciativa, criou um portal para promover a adoção de animais.

O “PROBEM de Cães e  Gatos” é um site que, além de funcionar como “vitrine” dos bichos candidatos à adoção, tem disponíveis informações de grande utilidade, relacionadas ao assunto:

  • testes de aptidão para pessoas que pretendem adotar;
  • informações sobre saúde;
  • vacinas;
  • responsabilidades dos donos de animais;
  • cuidados com cães e gatos;
  • cadastro e animais perdidos e encontrados;
  • cartilhas infantis;
  • material para professores promoverem conscientização animal;
  • Centro de Controle de Zoonoses (informações sobre o trabalho realizado atualmente no CCZ);
  • informações para denúncias sobre maus tratos a animais. Continuar lendo

Crie mosaicos com suas imagens. Conheça o “Image Mosaic Generator”, serviço online e grátis.

31 mai

“Se uma imagem vale por mil palavras, uma imagem de mosaico vale por um milhão”.

É com esse slogan que o “Image Mosaic Generator” oferece um serviço bastante interessante: transforma qualquer imagem nos formatos GIF, PNG, JPG ou JPEG (como fotos digitais, por exemplo) em  um mosaico, composto por milhares de outras imagens que, juntas, formam o desenho original.

A interface é bastante simples (demais, até) e em língua inglesa.

Segundo a Wikipédia, “A palavra mosaico tem origem na palavra grega mouseîn, a mesma que deu origem à palavra música, que significa próprio das musas. É uma forma de arte decorativa milenar, que nos remete à época greco-romana, quando teve seu apogeu. Na sua elaboração foram utilizados diversos tipos de materiais e teve diferentes aplicações através dos tempos”.

O resultado final é bastante bacana, e o serviço, que não necessita de qualquer cadastro ou inscrição, é totalmente grátis:

mosaic - dicas interessantes
Logotipo do “Dicas Interessantes”, transformado em mosaico pelo “Image Mosaic Generator”.

Instruções para criar o seu mosaico:

  1. Vá até a página do serviço;
  2. No canto superior esquerdo, abaixo de “Choose an image to create your own image mosaic“, clique em “browse”  e selecione em seu computador a imagem que deseja transformar em um mosaico;
  3. Após selecionar o arquivo da imagem, clique, logo abaixo, no botão “Create My Image Mosaic.
  4. A frase “Please wait while preparing your image” aparecerá e, após alguns segundos, a criação do mosaico será iniciada;
  5. Aguarde o mosaico ser criado, e, após, se quiser salvar o resultado em seu computador, clique no botão Download Image to Computer, localizado na parte inferior esquerda do mosaico criado (também é possível salvar clicando na figura com o botão direito do mouse e selecionando a opção “salvar imagem como” ou “save image as“).
  6. Se quiser criar outra imagem, escolha “upload a new image“.

Dica: Para experimentar melhor o efeito, tente visualizar a imagem de pé, a cerca de 5 metros de distância da tela de seu computador. Continuar lendo

Envie mensagens que se autodestruirão após serem lidas- conheça o Privnote (serviço grátis).

29 mai

O Privnote é um serviço gratuito, que permite o envio de mensagens criptografadas, que se autodestroem após a primeira (e única) leitura.

Em resumo, após a exibição do conteúdo  ao destinatário, o serviço inutiliza a mensagem.

É verdade que quem recebe a nota enviada, pode, se quiser, copiar seu conteúdo.

Mas, como seria impossível impedir que o destinatário memorizasse o teor do texto enviado (ou mesmo capturasse a tela em uma imagem com o print screen), o Privnote não pretende, nem tem como objetivo, proteger o conteúdo da mensagem de ser copiado.

A idéia do serviço é garantir que aquela mensagem nunca foi lida por outra pessoa, antes de chegar ao destinatário final; e que, uma vez entregue, não será lida novamente por mais ninguém – e isso, o Privnote cumpre com perfeição.

Como funciona?

O funcionamento do Privnote é muito simples: o usuário acessa a página do serviço, que é gratuito e não necessita de nenhuma inscrição ou registro.

No site do Privnote , que está disponível em português,você escreve o texto de sua mensagem  e, se quiser, aponta seu próprio endereço de e-mail, caso queira ser notificado quando a nota for lida pelo “recebedor”.

Depois, é só clicar em “criar nota”, e o sistema gera um link aleatório.

Este é o link que você irá recortar, colar e enviar ao destinatário da nota, seja através de e-mail ou de um programa de mensagens eletrônicas, como Skype ou MSN.

Após clicar no link fornecido, o destinatário é direcionado diretamente para sua mensagem (e, o link só é válido por uma única leitura – após lida a nota, deixa de existir); notificando o remetente por e-mail do recebimento e leitura (isso se você tiver escolhido a opção ” Notifique-me assim que a nota for lida”, quando da criação da mensagem) . Continuar lendo

A banda californiana Cold War Kids, fez um video interativo em flash, que permite ao internauta controlar os músicos.

26 mai

Banda disponibiliza em site, um videoclipe que permite interagir com os músicos, compondo versões diferentes para uma mesma música.

coldwarkids

http://www.mtvmusic.com/artist/coldwarkids.jhtml

A banda californiana Cold War Kids, fez um video interativo em flash, que permite ao internauta controlar os componentes da banda. É como brincar com marionetes!

Você clica nas cores e nos músicos para construir a música em tempo real.

m_m

Polaroide-se!

17 abr

poladroid-1

Para quem viveu a experiência de tirar fotos instantâneas, usando uma máquina e um filme Polaroid (e também para quem não), é uma oportunidade ainda que virtual, de se divertir e fazer fotos com um aspecto todo particular.

É o software que  o desenvolvedor francês “Paul Ladroid” (pseudônimo do programador Dominik Fusina) disponibilizou gratuitamente, no site www.poladroid.net, que em cinco meses alcançou mais de 1.000.000 de downloads.

Já é um sucesso a comunidade Poladroid no FLICKR (página onde se compartilham fotos). Continuar lendo

Susan Boyle – o que é beleza, afinal?

17 abr

Pois é…

Há trinta e dois dias que o excesso de trabalho não me permite escrever matérias. Não, ao menos, com a “qualidade” que pretendo.

Então, simplesmente, não escrevo. E, enquanto isso, a pequena lista de assuntos interessantes para postar no blog cresce – e já não está tão pequena assim.

De qualquer maneira, hoje vi algo que não posso deixar de colocar aqui.

Essa cantora, Susan Boyle, 48 anos, concorrente número 43212 do programa “Britain’s got talent”, que foi ao ar no último sábado (11/04/09), fez com que uma platéia, que a ridicularizara momentos antes, a aplaudisse de pé, durante toda a sua apresentação.

Sua interpretação da música “I Dreamed A Dream”, do musical da Broadway “Les Miserables“, foi exibida (até o momento) cerca de 17 milhões de vezes, só no youtube.

Simon Cowell, o jurado conhecido por seus incisivos comentários, se mostrou surpreendentemente respeitoso, mesmo antes da apresentação.

E, no fim, ainda faz graça, dando a entender que ele já antecipara o sucesso da cantora, antes mesmo da apresentação, coisa que ninguém fez (mas o cara tem um raciocínio rápido, não é à toa que é um dos produtores do show).

Assista ao vídeo da apresentação, legendado (clique aqui).

Segundo o site de fãs (montado em tempo recorde), o primeiro e único CD  com participação de Susan Boyle, foi gravado em 1999: um CD em que Susan cantava a balada blues Cry Me A River. O disco, naquela época, teve só 1000 cópias produzidas, e o produto das vendas foi destinado para caridade:

E, afinal, não somos todos presunçosos escravos de uma ditadura estética?

Quantos talentos não devem ser desperdiçados por algum produtor, gravadora, etc., achou a pessoa “feia demais” para promovê-la?

E, no fundo, isso também é culpa nossa.

O jurado Piers Morgan, no artigo  How Susan Boyle Won My Heart, descreveu que o riso das 3.000 pessoas, quando Susan subiu ao palco,  em janeiro deste ano, ecoava pelo grande teatro em Glasgow, na Escócia. E que, assim que ela começou a cantar, as 3.000 pessoas que se tornaram a piada.

E que, após revê-la, no programa de sábado, enviou ao Simon Cowell uma mensagem “Meu Deus, Susan estava melhor do que eu me lembrava —ela é inacreditável.” Continuar lendo

%d blogueiros gostam disto: